Um mês inteiro para celebrar o São João na cidade
16-05-2017
As Festas de São João estão quase em marcha na cidade do Porto. A contagem decrescente para a grande noite sanjoanina começa já a 25 de maio. E toda a cidade está convocada para participar numa das maiores festas de rua da Europa. A tradição popular e o envolvimento da comunidade serão duas das premissas da programação deste ano, que terá música e músicos do Porto nos três concertos agendados para os Aliados, a 22, 23 e 24 de junho.
A Câmara do Porto apresentou esta terça-feira, no Miradouro da Sé, bem no coração do Centro Histórico, o programa oficial das Festas de São João do Porto 2017, que este ano se iniciará a 25 de maio e se prolongará por um mês, até 25 de junho.

Serão cinco semanas de animação constante, um pouco por toda a cidade, sempre com novas e variadas propostas que prometem ir ao encontro de todas as gerações de portuenses, os que aqui vivem e trabalham, mas também a de todos os que visitam a cidade por esta altura do ano.

"Uma Festa de Todos e para Todos" é, aliás, a promessa da programação desenvolvida para a edição de 2017. Uma programação pensada a partir da cidade e para a cidade, que procurará manter vivas as tradições mais genuínas e enraizadas desta Festa, valorizando o nosso património cultural e imaterial como a construção das cascatas sanjoaninas, o lançamento de balões de fogo, os bailes e arraiais por toda a cidade ou as rusgas e arruadas que percorrem as ruas da Baixa.

Mas nesta festa, onde cabem tantas outras festas, a tradição também se renovará com outras propostas originais, promovendo o cruzamento entre o popular e o erudito, entre os conteúdos mais tradicionais e as disciplinas mais criativas, juntando o circo, a animação de rua, as artes performativas, o desporto e, claro, os festivais de música e os concertos.

Afinal, até mesmo uma festa secular como o São João se pode revelar "nova" na forma como as suas tradições se celebram e se mantêm vivas e atuais, a cada ano. O mesmo se passa, aliás, com o espírito desta Festa, que percorre gerações e continua a contagiar todos os que nela participam, seja repetidamente ou pela primeira vez.

No fundo, é também assim que o São João se mantém, há tantos e tantos anos, como um marco incontornável da cidade e uma experiência única a viver no Porto. "Uma festa única, numa cidade única".



HOMENAGEM ÀS GENTES DO PORTO NA ABERTURA

Quando o fogo de artifício disparar sobre o rio Douro, na noite de 23 para 24 de junho, já a cidade estará em festa há praticamente um mês. 
Este ano, a contagem decrescente para o São João começará a 25 de maio. Será o primeiro dia de um programa que dedicará especial atenção ao envolvimento da comunidade no "fazer da festa", num reconhecimento do papel principal que as gentes do Porto têm nesta Festa, escolhida pela cidade há mais de 100 anos, e na preservação das tradições que lhe estão associadas.

Este primeiro dia será, por isso, de homenagem ao património imaterial mais importante da cidade: as suas gentes, com a sua autenticidade e a sua reconhecida força de vontade e superior vontade de fazer.

Neste dia, serão lançados dois projetos que convocarão a comunidade a participar em iniciativas de materialização de dois dos símbolos mais tradicionais da Festa de São João do Porto: a Cascata e os Balões de São João.

No caso da Cascata Comunitária, e porque se pretende que este seja uma iniciativa realmente aberta e disponível a toda a cidade, serão promovidas 20 oficinas (de três horas cada), entre 25 de maio e 17 de junho, percorrendo todas as freguesias do Porto. Haverá também oficinas especialmente dedicadas ao público infantil e famílias, à comunidade do Centro Histórico e ao Comércio Tradicional. O resultado final (prevê-se a execução de cerca de 250 casas) será revelado a 18 de junho, em local ainda a designar.

No caso dos Balões de São João, o dia 25 de maio marcará o arranque de um projeto artístico e de mediação social para uma grande largada de balões, a acontecer na noite de 21 de junho (o Dia mais Longo), como forma de celebração do Solstício de Verão.

Para além da distribuição massiva de um mapa com instruções de como construir um balão e do lançamento de um vídeo tutorial online, serão realizadas três oficinas comunitárias de construção de Balões de São João, entre 14 e 16 de junho, no antigo Posto de Turismo da Sé.

O projeto São João Baloeiro irá, de resto, propor em 2017 uma associação direta a uma outra tradição da cidade: as Rusgas de São João.
Nesse sentido, as oficinas conduzidas pelo Mestre Baloeiro Luciano Britto serão, este ano, especialmente dirigidas às Freguesias e Uniões de Freguesias, convocando diretamente a comunidade associada às Rusgas a criar os seus próprios balões. E a lançá-los no dia de encerramento das Festas de São João, a 25 de junho, nos Aliados, como momento final das Rusgas de São João.



ALUMIA TRAZ LUZ, SOM E FOGO AO CENTRO HISTÓRICO

O dia de abertura das Festas de São João do Porto 2017 reserva ainda outro momento no espaço físico do Centro Histórico e também com forte envolvimento da comunidade local. 

Inserido no projeto ALUMIA, dinamizado pela PortoLazer para celebrar os 20 anos da classificação Centro Histórico do Porto pela UNESCO, será inaugurada a 25 de maio, pelas 22 horas, a instalação "CX LUX", que ocupará temporariamente (até 31 de julho) o Elevador da Lada.

A instalação junta à luz uma componente sonora, decorrente da recolha de sonoridades (atualmente em curso) junto da comunidade do Centro Histórico, por via de uma residência artística promovida pela Faculdade de Belas Artes do Porto.

Na noite de 27 de maio, e durante três horas, o mesmo projeto ALUMIA transformará o Largo Amor de Perdição (e a sua envolvente próxima) numa viagem sensorial guiada pelo fogo através de uma instalação de grande escala, trazida ao Porto pela conceituada Companhia Carabosse.

Neste primeiro fim de semana de programação, merecem igualmente destaque a estreia do Porto Blues Fest (26 e 27 de maio), que terá como ponto alto o concerto de homenagem a B.B. King, juntando a filha Shirley King e Rui Veloso no mesmo palco, a realização do Porto Extreme XL na Ribeira do Porto (27 maio), mas também o arranque de mais uma edição do Trengo - Festival de Circo nos Jardins do Palácio de Cristal, que este ano se prolongará até 18 de junho.



JUNHO COMEÇA EM FESTA... NO PALÁCIO E EM SERRALVES

E porque o São João no Porto é realmente uma "Festa para Todos", o mês de junho começa da forma mais divertida possível, com os Jardins do Palácio de Cristal a abrirem as suas portas a mais uma edição da Festa da Criança, de 1 a 4 de junho. Desta vez, ainda com mais atividades e com três concertos na Concha Acústica, programados pelo NOS Primavera Sound.

Em festa estará também Serralves, que de 2 a 4 de junho acolherá no seu Parque um dos maiores eventos de cultura contemporânea em Portugal, ao longo de 50 horas non stop! Na véspera, há ainda tempo para apresentar três espetáculos na Baixa do Porto (Jardim das Virtudes, Praça Carlos Alberto e Jardim da Cordoaria).

A terceira semana de programação será música para os ouvidos de muitos, com o NOS Primavera Sound (8 a 10 de junho) a regressar ao Parque da Cidade do Porto com um cartaz de luxo. Mas quem já por aqui andou, sabe que não é só de música que é feito este festival...

Avançando para a quarta semana, as atenções voltam a estar centradas nos Jardins do Palácio de Cristal, onde ao Trengo - Festival de Circo se junta, também, e mais uma vez, o Porto Beer Fest. Será a 2.ª edição do festival dedicado à cerveja artesanal, que este ano se prolongará por cinco dias (14 a 18 de junho), juntando mais de 30 cervejeiros nacionais e internacionais e cerca de 200 estilos em prova.

Neste fim de semana há ainda destacar a tradicional Arruada de Ranchos (17 de junho), que envolverá nove ranchos folclóricos, mais um ciclo de Inaugurações Simultâneas em Bombarda (17 de junho) e, ainda, a realização da Corrida de São João (18 de junho), agora com a partida e chegada no Largo do Calém.



CONCERTOS NA AVENIDA COM MÚSICA MADE IN PORTO

Com a noite de São João quase a chegar, o destaque da última semana de programação vai, inevitavelmente, para os Concertos na Avenida, numa edição que terá três noites consecutivas (22, 23 e 24 de junho) de música "Made in Porto". 

Sediada no Porto e dirigida pelo Maestro Francisco Ferreira, a Banda Sinfónica Portuguesa fará as honras de abertura do palco maior das Festas de São João, na noite de 22 de junho, com um concerto festivo que incluirá temas bem populares da música portuguesa.

Na noite mais longa do ano, passarão pelo palco dos Aliados três grandes e icónicas bandas da cidade: Trabalhadores do Comércio, TÁXI e, já depois do fogo de artifício, GNR & Convidados. A comemorar 35 anos de carreira, a banda convida Isabel Silvestre para cantar em dueto com Rui Reininho a "Pronúncia do Norte", um dos hinos da cidade do Porto, e Javier Andreu, que em 1992 deu voz ao incontornável sucesso "Sangue Oculto".

No feriado de São João (24 de junho), a terceira e última noite dos Concertos na Avenida será ao som de duas vozes femininas, com Marta Ren & The Groovelvets na primeira parte e os portuenses Clã de Manuela Azevedo na segunda.

Mas como também é tradição, a música chegará ainda a oito palcos espalhados pela cidade, antes e durante a noite de São João, com um registo mais popular, mas onde não faltarão, também, nomes bem conhecidos da música portuguesa, casos de Toy, Rui Bandeira, Bandalusa, Diapasão e muitos outros.

Pela cidade, haverá também os tradicionais divertimentos. Seis espaços com atrações para os mais novos estarão na Rotunda da Boavista (uma tradição recuperada em 2014), Alameda das Fontainhas, Campanhã (Estação de Recolha de São Roque), Lordelo do Ouro (Jardim do Cálem), Largo do Amor de Perdição (Cordoaria) e Foz (Av. D. Carlos I).

Consultem (e descarreguem) em seguida o programa completo.