Quem quer intervir no Mural da Restauração?
08-06-2017
A Rua da Restauração vai voltar a mudar de rosto. Pela quarta vez, a PortoLazer convida artistas nacionais e estrangeiros a enviar propostas de intervenção. As candidaturas devem ser enviadas até 2 de julho.
A partir desta quinta-feira, dia 8 de junho, está aberta a convocatória para a quarta fase de intervenções no Mural Coletivo da Restauração. O convite é uma vez mais dirigido a todos os artistas, nacionais ou estrangeiros, que podem apresentar as suas candidaturas até às 24 horas do próximo dia 2 de julho.

Os autores podem concorrer individual ou coletivamente, enviando propostas para a ocupação criativa de dois ou quatro dos 14 módulos disponíveis no mural da Rua da Restauração, que se estende por cerca de 70 metros de comprimento.

Integrado no Programa de Arte Urbana que a PortoLazer está a dinamizar na cidade desde setembro de 2014, o projeto passa agora a ter o apoio da Super Bock.

A outra novidade é que o valor atribuído a cada artista selecionado para ajudas de custos de produção passa de 300 para 500 euros. As obras escolhidas permanecerão no local durante um ano.

À semelhança das anteriores convocatórias, o tema e o estilo da intervenção são livres, ainda que o regulamento apele à sensibilidade e consciência individual dos artistas para que tenham em consideração o contexto urbano.

As propostas devem ser enviadas até ao dia 2 de julho, juntamente com a ficha de inscrição, para o email arteurbana@portolazer.pt. Os resultados serão anunciados três dias depois, a 5 de julho, enquanto a inauguração dos trabalhos está marcada para 22 de julho.

Recorde-se que a convocatória para a terceira fase foi a mais participada de sempre, com 53 propostas, 14 das quais de artistas estrangeiros, oriundos de Espanha, França, Bélgica, Itália, Inglaterra, Lituânia e Roménia.