Queimódromo transforma-se na cidade da moda para acolher o Portugal Fashion
04-03-2018
A nova estrutura vai ocupar uma área de 10 mil metros quadrados, oito mil dos quais totalmente cobertos, de forma a receber os desfiles da 42.ª edição do Portugal Fashion no Porto, nos dias 22, 23 e 24 de março.
O Queimódromo do Porto, junto ao Parque da Cidade, vai ser transformado este ano na cidade da moda, de forma a receber, pela primeira vez, os desfiles de outono/inverno da 42.ª edição do Portugal Fashion, cuja abertura acontece, como habitualmente, em Lisboa, no dia 17 de março, prosseguindo depois no Porto, de 22 a 24 de março. 


"Nesta edição do Portugal Fashion, vamos seguir a lógica organizativa dos grandes shows de moda internacionais, como Londres, Nova Iorque e Paris, que privilegiam a realização dos desfiles em grandes estruturas amovíveis instaladas em locais nevrálgicos das cidades", revelou à Lusa o diretor de comunicação do Portugal Fashion, Rafael Alves Rocha.

"No nosso caso, queremos aproveitar as potencialidades do Parque da Cidade do Porto, um espaço com excelentes condições para a organização de eventos: amplitude, comodidade, bons acessos, aprazibilidade. Em termos de conforto e funcionalidade, quer para os protagonistas dos desfiles, quer para os nossos convidados, é uma magnífica solução", acrescentou Rafael Alves Rocha.

O espaço, que será batizado de "cidade da moda", vai ocupar uma área de 10 mil metros quadrados no Queimódromo, sendo oito mil dos quais totalmente cobertos, onde se incluem três zonas de passarelas com mil metros quadrados cada uma, permitindo uma assistência de mil espetadores por desfile.

A organização do Portugal Fashion considera que a construção desta "cidade da moda" vai reforçar "a capacidade promocional, a linguagem estética e a mundividência autoral de criadores e marcas".

A 42.ª edição do Portugal Fashion terminará no dia 24 de março, pelas 23,30 horas, com o desfile do criador Diogo Miranda. O programa completo será divulgado muito em breve.

O Portugal Fashion é um projeto da responsabilidade da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), desenvolvido em parceria com a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal e o apoio da Câmara Municipal do Porto, sendo cofinanciado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização Compete 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.