O final mais emocionante no regresso da Volta a Portugal aos Aliados
12-08-2019
Tal como há 30 anos, o Porto recebeu em festa os heróis da Volta a Portugal em bicicleta. Com tudo para decidir nos derradeiros 19,5 km, os Aliados foram o palco de todas as emoções, sobretudo após a confirmação do primeiro triunfo de João Rodrigues na prova e o quarto consecutivo da equipa -FC Porto.
Depois de dez dias e mais de 1.500 quilómetros ao cronómetro, foram afinal os derradeiros 19,5 km entre Gaia e Porto a decidirem o vencedor da 81.ª edição da Volta a Portugal em bicicleta. Com os dois primeiros a chegarem empatados à última etapa, facto inédito em todo o historial da prova, a tarde deste domingo só poderia ser de emoções fortes?

Um a um, do último até ao primeiro, os 103 resistentes foram pedalando em direção aos Aliados, incentivados por milhares de pessoas ao longo de todo o percurso, mas especialmente na aproximação à meta, instalada bem no topo da Avenida.

O cenário, igual ao que consagrou Joaquim Gomes, atual diretor da corrida, há precisamente 30 anos, foi agora o palco de sonho para João Rodrigues (W52-FC Porto), que aos 24 anos ganhou a derradeira etapa e conseguiu retirar a camisola amarela a Joni Brandão (Efapel), vencendo a sua primeira Volta.

O jovem ciclista algarvio cumpriu os 19,5 km do percurso em 27 minutos e 31 segundos, à incrível média de 42,5 km/h, deixando o seu principal adversário a 27 segundos. Estava decidida a mais emocionante Volta a Portugal dos últimos anos.

Nos Aliados, a festa era azul e branca, até porque à vitória na geral individual, a W52-FC Porto ainda somou o triunfo por equipas, colocando quatro homens nas cinco primeiras posições da geral.

Por sua vez, a Rádio Popular-Boavista colocou três ciclistas no top-10 final, vencendo duas etapas e conquistando a camisola azul, a do vencedor do Prémio da Montanha, através de Luís Gomes. 

De resto, uma curiosidade mais: pela primeira vez desde que a Volta a Portugal faz parte do calendário internacional (1991), os vencedores de todas as classificações foram portugueses.

Classificação final aqui.