Campeonato nacional de surf passa no Porto a 17, 18 e 19 de maio
20-02-2019
A terceira etapa da Liga Meo Surf é a prova principal do calendário das Porto & Matosinhos Wave Series em 2019.

No fim de semana de 17 a 19 de maio, os melhores surfistas portugueses reúnem-se na Praia Internacional do Porto para participar na terceira das cinco etapas da Liga Meo Surf 2019, a principal competição da modalidade no país. A jornada, apelidada de Renault Porto Pro, realiza-se na cidade pelo décimo quarto ano consecutivo. 


No setor masculino, as expetativas têm um aliciante extra, já que a etapa tem servido de talismã: em seis das últimas sete edições, quem venceu no Porto acabou por vencer o campeonato. A exceção registou-se em 2018, com Marlon Lipke a vencer a Norte e Miguel Blanco a terminar em primeiro no fim do ano. O campeão nacional segue em primeiro lugar na competição.


A maior alternância de vencedoras não tira interesse à competição feminina. Camilla Kemp, vencedora da Liga Meo 2018, e Teresa Bonvalot, estão entre as candidatas aos primeiros lugares, tal como a vice-campeã nacional, Yolanda Sequeira, que lidera a classificação após as duas primeiras jornadas.


O campeonato, que este ano aumentou o valor dos prémios para um total de 100 mil euros, começou no primeiro fim de semana de março, na Ericeira. A segunda etapa realizou-se na Figueira da Foz e, depois desta passagem no Porto, o torneio segue para o Algarve (21, 22 e 23 de junho) e termina em Cascais (3, 4 e 5 de outubro). 


> Classificação | Masculino:
1 - Miguel Blanco
2 - Vasco Ribeiro
3 - Tomás Fernandes
4 - Marlon Lipke
5 - Ivo Cação 


> Classificação | Feminino:

1 - Yolanda Sequeira
2 - Teresa Bonvalot
3 - Concha Balsemão
4 - Matilde Passarinho
5 - Gabriela Dinis 




A PROVA MAIS IMPORTANTE DO CALENDÁRIO DAS WAVE SERIES


A Renault Porto Pro volta a ser, em 2019, o ponto alto das Porto & Matosinhos Wave Series, o maior cartaz de eventos de surf do país, promovido pelos dois municípios. Este calendário conjunto, desenvolvido desde 2016, tem o objetivo de promover a Frente Atlântica como destino de excelência para os desportos aquáticos. No ano passado juntou mais de 500 atletas em competição e cerca de 30 mil espetadores no conjunto das várias provas e ações.


Para Catarina Araújo, Vereadora da Juventude e Desporto da Câmara do Porto, "é com renovado orgulho que cidade volta a receber a principal competição de surf em Portugal". A representante da autarquia reforçou o compromisso portuense com a Liga MEO Surf e salientou a importância do evento, "não só pela oportunidade de trazer às nossas praias os melhores surfistas nacionais, como também pela possibilidade de afirmar em definitivo a Frente Atlântica do Porto como um destino de eleição para a prática do surf". E assegurou que a etapa será "mais um inequívoco sucesso". 


Por seu turno, a Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Sagueiro, afirmou que "o acolhimento de uma etapa da mais importante competição nacional de surf constitui o corolário do trabalho" do município e a "a consequência lógica" da sua "aposta nas modalidades náuticas". Destacou ainda o "potencial económico e turístico do surf e de outros desportos de deslize", salientando "a qualidade das nossas águas balneares".


A Liga MEO Surf 2019 é organizada pela Associação Nacional de Surfistas e a Fire!. Além dos referidos patrocínios municipais, conta com o apoio técnico da Federação Portuguesa de Surf.