A arte vai espreitar à varanda
24-07-2015
Apenas com quatro anos de atividade, o Festival Varandas já se tornou um evento marcante do verão portuense. Chegada a estação, é tempo de virar o olhar para os céus e esperar a arte que sai das janelas e portadas do Centro Histórico do Porto. A edição deste ano, que se realiza de 31 de julho e 4 de setembro, apresenta três novos locais.

O Varandas vai alargar-se à Rua Chã, ao Passeio de São Lázaro e às Fontainhas, mas manterá as performances em Miragaia, Clérigos e Rua das Flores. Durante seis fins de semana, haverá espetáculos nas noites de sexta-feira e atividades para famílias nas manhãs de sábado. 

Em 2015, o evento é dedicado ao Cinema mas não exibe qualquer filme. Vai-se falar de cinema através de outras artes, com homenagens aos cineastas do mundo, à música, à palavra, ao drama e à comédia, aos atores, aos amantes que ainda batem palmas no fim de um filme, ao que é nacional e ao que não é, e a esta cidade do mundo que é o Porto.

Vários artistas foram desafiados a falar da sétima arte através das suas linguagens, para assim incentivar os públicos a criar os seus próprios fotogramas virtuais, transdisciplinares ou somente imaginários.

O festival está integrado no programa "Verão é no Porto" e é organizado pela Associação das Colectividades do Concelho do Porto (ACCP) juntamente com a Plateia Paralela e a Câmara Municipal do Porto (através da PortoLazer).

PROGRAMA

"Discos Perdidos" | Baile/Comédia
31 de julho | 22h00 | Rua Chã 
Com: Rui David, Rodrigo Affreixo e Patrícia Queirós
"Senhora Rosa, chegou a sua filha do Brasil!" Lembram-se da cena do filme? E de ir aos bailes de verão ou às Fontainhas? E de nos altifalantes passarem discos pedidos com dedicatória? O Festival Varandas recupera a tradição, fazendo, na abertura do certame em 2015, uma festa/espectáculo revivalista cheia de música e comédia. Neste baile não faltarão os anúncios à moda antiga, os apelos de perdidos e achados, as rábulas, o locutor de serviço, pé de dança, a menina dança, e sim, vai ser possível pedir a sua música e dedicá-la a alguém!
*Inscrições para discos pedidos e dedicatórias feitas no local

"Tá Lá?" | Teatro
7 de agosto | 22h00 | Miragaia (Varanda do World of Discoveries)
Com: José Raposo, Sara Barradas e Mirró Pereira
Homenagem do Varandas desenvolvida e interpretada pelo ator José Raposo que, acompanhado por duas parteners, recorda Raúl Solnado com excertos de algumas das principais rábulas do grande humorista, como é exemplo o famoso sketch "A Guerra de 1908", trabalho que José Raposo tem desenvolvido carinhosamente. Uma evocação que cruza dois grandes nomes do teatro e do cinema portugueses.

"Sonoro" | Música
14 de agosto | 22h00 | Clérigos (junto à Torre)
Com: Rui David (voz e guitarra), Bernardo Soares (teclas) e Ricardo Casaleiro (percussão e vibrafone)
Voz, guitarra, piano, percurssões e vibrafone passeiam-se esta noite pela música do cinema português, desde a época de ouro até à actualidade. As imagens sonoras de um país serão interpretadas por Rui David, Bernardo Soares e Ricardo Casaleiro, num espectáculo criado especialmente para esta edição do Varandas. "A Revolução de Maio" (António Lopes Ribeiro/1937), "José e Pilar" (Miguel Gonçalves Mendes/2010), passando por "Kilas, o Mau da Fita" (José Fonseca e Costa/1980) são apenas algumas da "fitas" que recordaremos através das suas músicas.

"...memória de um assistente de câmara..." | Performance Teatral
21 de agosto | 22h00 | Passeio de São Lázaro
Criação e interpretação: Tânia Dinis e Xana Miranda (XaTa Poesia); Textos: Pedro Bastos
Uma viagem pelo universo cinematográfico, não esquecendo a sabedoria popular e os Almanaques do Porto (imagem de marca do XaTa poesia), foi o desafio aceite para falar de Bo Derek a andar nua no seu cavalo branco, de Anita Ekberg na Fontana di Trevi, de Brigitte Bardot, de Anna Karina e... enfim, de criar um espectáculo desconcertante e provocatório sobre o qual mais não é dito!

"O Senhor dos Cordéis" | Contos
28 de agosto | 22h00 | Rua das Flores
Criação e interpretação: Thomas Bakk
Porque cinema também é contar uma história, abrimos uma nova secção neste certame: os contos de cordel. O contautor Thomas Bakk é um viajante. Traz na mala muitas histórias para contar. Dos lugares por onde andou, das histórias que encontrou e de tudo o que se passou, numa fantástica aventura no tempo! Utilizando o teatro, a música e a interação com o público, aguarda-se um espetáculo surpreendente e divertido.

"A Vizinha Contra-Ataca"+"Soundtrack" | Teatro+DJ
4 de setembro | 22h00+23h00 | Passeio das Fontainhas
Criação de Patrícia Queirós e interpretação de Patrícia Queirós e Carla Campos + DJ António Barroso.
E a tradição mantém-se. A Dona Odete lá terá a sua varanda para refilar, bater o pé, fazer rir com vista para o belo Douro. E espante-se: está transformada numa cinéfila! Sendo a definição da palavra "aquele que tem forte interesse e entusiasmo pelo cinema", veremos então o que terá Dona Odete, a vizinha de Miragaia, a dizer sobre a sétima arte. Logo de seguida o Varandas encerra numa noite de dança com António Barroso em "Soundtrack", a fazer justiça à temática proposta para o verão de 2015.


PROGRAMAÇÃO PARALELA

Retratos de Manoel de Oliveira | Mostra fotográfica de Egídio Santos
Todas as sextas-feiras, nos locais de espectáculo

"A Senhora Clap" | Varandinha (sessão para famílias)
1 de agosto | 10h00 | Rua Chã |
Apresentação: Marta Duque Vaz (autora) e Miguel Carvalho (jornalista); leitura encenada: Mirró Pereira (atriz)
Formada em antropologia e mestre em aplausologia, a Senhora Clap é uma investigadora de emoções. Há já alguns anos que anda a escrever o tratado sobre "A Arte de bater Palmas em Situações Alegres e Tristes". De resto, anda pelo mundo, de diário de campo na mão, observando todos aqueles que batem palmas. Uma das suas anotações diz: "Apesar de não ser habitual, podemos bater palmas no cinema". Com a presença da autora, Marta Duque Vaz (entrevistada por Miguel Carvalho, homem de letras e "clapista" de coração), revela-se este livro para depois se contar a história. A Senhora Clap já confirmou a sua presença no Varandinha para lembrar a pequenos e graúdos que "amar é bater palmas".

"A partir do Douro" | Varandas com História
15 de agosto | 10h00 | Ponto de encontro no Cais Douro Azul (1.º cais a seguir à Ponte Luís I)
Por: Gisela Duque Pereira, com a BlueBoat
Este percurso, já habitual no festival, dedica-se este ano ao Douro enquanto cenário de filmes, romances, guerras, longas e curtas histórias. Iremos aportar num verdadeiro miradouro, contando mais um pedaço da cidade, da região, do país, mirando o rio, através dele, num inesquecível passeio num barco da BlueBoat.Todos a bordo!
*Esta actividade está sujeita à lotação do barco e carece de inscrição prévia através do e-mail: festivalvarandasworkshops@gmail.com

"Ginástica Cueca" | Ginástica na Varanda
29 de agosto | 10h00 | Rua das Flores
Por: ACCP
Quem não se recorda da célebre cena da ginástica cueca do "Pátio das Cantigas"?
Numa das sequências cómicas do filme, Vasco Santana e Ribeirinho, os seus protagonistas, fazem ginástica sueca de cueca, com vistas para a vizinhança. Inspirado no filme, um personal trainer dará uma aula em cenário idêntico. Venha de calções, camisola branca e "peito p'ra fora, barriga p'ra dentro, cabeça p'ra cima, ombros p'ra baixo, queixo recolhido, mãos nos quadris..."

"Do céu caiu uma estrela" | Observação astronómica
4 de setembro | 23h00 | Passeio das Fontaínhas
Por: Planetário do Porto-Centro Ciência Viva 
Pode ser uma homenagem aos anos de ouro do cinema americano, uma vez que se pede emprestado o título ao mais célebre filme de Frank Capra, de 1946. Ou pode ser uma homenagem a todas as estrelas de cinema no mundo, aos passeios da fama, às estrelas nas portas dos camarins com nome de artista. E a este propósito, numa noite, ficaremos todos de nariz no ar, olhos atentos nos telescópios e orelhas despertas para as explicações do Planetário do Porto. Se o céu se abrir, espreitaremos a Estrela Polar e imaginaremos Humphrey Bogart, Rita Hayworth, Laura Alves, Mário Viegas, entre tantos.
*Esta actividade está sujeita às condições meteorológicas.